PRESA!

Sempre tive pavor de cadeias! Dizia até que preferia ver um filho no hospital do que numa penitenciária.

Sofro de uma espécie de claustrofobia que me obriga a deitar meus olhos no horizonte e que este horizonte seja de preferência a se perder de vista.

Vivo muito no meu mundinho particular e, mesmo realizando serviços domésticos, minha mente anda pela Europa, por filmes, por livros, por poemas, por músicas.

Nos últimos tempos, minha netinha tem servido de âncora para meus pensamentos, já que é ligeira e danada, daquelas que num piscar de olhos cai, se machuca, estraga alguma coisa.

Cuidar dela me faz muito bem, pois me disciplina e evita meus excessos. Aposentada, não fosse meu compromisso com a Bruna, certamente ficaria boa parte da noite por aqui, ou na TV, ou lendo e dormiria as manhãs quase inteiras, desperdiçando o solzinho benéfico das manhãs, que aproveito com ela pelas praças da vida.

Agora, diante das proezas da piculina, fui obrigada a colocar uma rede de proteção na sacada do meu apartamento, já que nas outras peças as janelas têm grades. Pois era exatamente a sacada que me proporcionava aquela fuga para o horizonte, onde o sol deita sobre o mar e a lua faz a água rebrilhar. De repente, vejo tudo quadriculado, me sinto presa. A sensação é péssima. Tomara que, como a quase tudo na vida, acabe me acostumando.

Vou sair, sentar num banco da praça e respirar. Ufa! Mesmo com este frio, ainda é melhor do que ficar sufocada , em prisão domiciliar.



Escrito por Maria Luiza às 11h48
[] [envie esta mensagem] []



O OUTRO LADO DA LUA

Confirmando minha tese de dualidade, até a Lua, sabe-se agora, tem um lado obscuro jamais viso pela Terra, em razão dos movimentos (rotação e translação, se não me engano) de ambas.

 Pois, pela bagatela de trinta e cinco milhões (deve ser de dólares), você já pode reservar sua passagem para a Lua. Interessa? Será lá pelo ano de 2050, mas você deve ser, além de rico, um otimista incorrigível e certamente o fará.

E se fosse de graça, você iria?

Sabe-se que o solo é inóspito e a temperatura incompatível com nosso corpo, mesmo assim, tem gente louca para ir!

Outros (como Nelson Rodrigues) consideram uma verdadeira deserção sair do mesmo bairro.

O ser humano é mesmo muito diferente...

A mim interessa mais a motivação dos candidatos a viajantes que a viagem em si.

O que faz uma pessoa querer largar tudo, entrar num ônibus espacial e seja o que Deus quiser?

Era bem pequena quando o Sputnik foi à Lua. Falaram muito dele na minha infância. Depois Gagarin, os foguetes americanos explodindo e enfim a Apollo 11. Já adolescente, assisti a chegada dos heróis americanos em Porto Alegre, num piquenique com a família da minha irmã mais velha. Perdoem-me, mas nunca me emocionei muito. Antes lamentava a perda da poesia da lua dos namorados. Ainda mais com as imagens inóspitas do relevo da lua!

Acho linda a atração que a Terra e o Mar têm pela Lua! O namoro da Lua com o Mar, causando o efeito maré, este sim me emociona.

Saber que a Lua está indo embora, afastando-se da terra três centímetros por ano,  me entristece.

E saber que o Sol deve morrer antes disso, já que é uma estrela de meia idade, devendo durar “apenas” cinco milhões de anos a mais, é bem mais alarmante. Mesmo em nossos dias, como uma vela, o sol de vez em quando dá uma “bruxuleada” e as temperaturas da Terra caem.

Pois é, as pessoas se ocupam de uma infinidade de coisas sem importância e pouco se preocupam com sua morada cósmica. Mais de trezentos planetas já foram descobertos e todos são hostis, nenhum é vivo e lindo como o nosso, mesmo assim, fazemos o maior esforço para acabar com ele!

Tudo que diz respeito à astronomia é muito caro e mais uma vez só os ricos poderão usufruir destas descobertas.

Curioso é que a maioria das pessoas que querem ir à Lua diz que querem ir para ver a Terra de lá. Estranho...

Será que Lucas e Bruna ainda passarão férias na Lua? Nem duvido.

Por mim, prefiro voltar a Paris!

 

Obs.: Não gosto de “dias”, mas adoro meus AMIGOS e abraço a todos pelo recém criado “Dia do Amigo”.

                                                                               



Escrito por Maria Luiza às 23h46
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sul, FLORIANOPOLIS, ESTREITO, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Livros, Arte e cultura, música
MSN -



Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Mãe e muito mais
Cinco Espinhos
ALEGRETE - RS
Poesias gauchescas
Blog da Roseli
Consciência e Vida
Saia Justa
Elas estão lendo
José Saramago
Simplesmente Maria